!!! DESTAQUE DE LA SEMANA !!!

destaque

INFORMACIONES DEL DIA

EN SAN PABLO...POR UNA NUEVA LEY DE EXTRANJEROS y MIGRACION EN BRASIL. PEDIDO ONLINE REFUERZA CAMPAÑA

Petição online reforça campanha contra o Estatuto do Estrangeiro e por nova Lei de Migração no Brasil

26 Agosto, 2016

Uma petição online no portal Change.Org está recolhendo assinaturas pelo fim do Estatuto do Estrangeiro e pela aprovação de uma nova Lei de Migração no Brasil. Para assinar, basta acessar este link.

Petição online reforça campanha contra o Estatuto do Estrangeiro e por nova Lei de Migração no Brasil

Organizado por diversas entidades da sociedade civil dedicadas à temática migratória, a petição é um novo passo da campanha lançada oficialmente no encerramento do VII Fórum Social Mundial de Migrações – nas redes sociais circulam as hashtags #novaleidemigraçãojá e #MigrarEDireito, que visam convidar a sociedade a aderir ao esforço para se mudar o marco migratório nacional.

A petição lembra que o Estatuto do Estrangeiro, lei que define atualmente as regras da política migratória brasileira, foi criado durante a ditadura militar, mais exatamente no ano de 1980, sob o paradigma da segurança nacional. Por causa dele, pessoas de todas as nacionalidades que vêm ao Brasil em busca de uma vida melhor para suas famílias ainda são vistos como uma ameaça para o país e têm seus direitos restringidos, porque são vistos como potenciais ameaças a essa segurança nacional.

Hoje, por exemplo, migrantes não podem participar de protestos ou sindicatos e correm o risco de ser expulsos ou presos se não estiverem em situação regular.

Tramita atualmente na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 2516/2015, que revoga o atual Estatuto do Estrangeiro e institui uma nova Lei de Migração. Ele já passou pelo Senado e, no último dia 13 de julho, foi aprovado em uma comissão especial de deputados, ficando apto para entrar na pauta de votações do plenário da Câmara.

As movimentações para mudança do Estatuto do Estrangeiro remontam ao início da década de 1990, mas o PL 2516/2015 foi a proposta que chegou mais longe até agora. Ela abandona o paradigma da segurança nacional e institui os direitos humanos como princípio norteador da política migratória brasileira. Outra mudança importante na proposta da nova lei é a previsão de defesa da igualdade dos migrantes perante a lei, independente de seu status migratório. Ou seja, nenhum migrante poderá ser criminalizado por estar em situação irregular.

Além de reforçar o pedido para aprovação da nova Lei de Migração, a petição ajuda ainda em outra tarefa: a de reforçar a vigilância contra tentativas de enfraquecimento do texto por parte de determinados parlamentares ou grupos representados por eles – e que inclusive, já atrasaram a tramitação do projeto em comissões da Câmara e do Senado.
Vea Más

EN SAN PABLO...EL CONSEJO NACIONAL DE MIGRACION CEDE VISTOS A EXTRANJEROS.

Conselho Nacional de Imigração cede visto aos estrangeiros em situação de vulnerabilidade

24 Agosto, 2016

Vítimas resgatadas de tráfico de pessoas e de trabalho análogo ao escravo podem permanecer no país por até um ano

Conselho Nacional de Imigração cede visto aos estrangeiros em situação de vulnerabilidade

Do Ministério do Trabalho
Link original – clique aqui

O Conselho Nacional de Imigração (CNIg), órgão ligado ao Ministério do Trabalho, publicou nesta segunda-feira (22) as novas regras para a concessão de permanência no Brasil a estrangeiros considerados vítimas de tráfico de pessoas ou de trabalho análogo escravo. De acordo com a Resolução Normativa nº 122, ao estrangeiro que esteja no Brasil em situação de vulnerabilidade poderá ser concedida a permanência no país, condicionada ao prazo de um ano. O relatório foi aprovado durante a VI Reunião Ordinária do CNIg que ocorreu no início de agosto, em Brasília.

Para o presidente do Conselho Nacional de Imigração, Paulo Sérgio de Almeida, “a resolução protege o imigrante, do ponto de vista de seus direitos fundamentais, e é boa para a apuração das responsabilidades no Brasil, porque essa pessoa vai poder colaborar com as investigações e ajudar a punir e diminuir essas práticas aqui no país”. Segundo a norma, ao ser concedida a sua permanência, o estrangeiro poderá decidir se colabora ou não com eventuais investigações e processos em curso.

A nova resolução foi um pedido de autoridades policiais, Ministério Público, Defensoria Pública e auditores fiscais que atuam em casos que envolvem vítimas estrangeiras deste tipo de prática. O pedido de permanência será avaliado com base nos seguintes requisitos: se o estrangeiro encontra-se em uma situação que ao voltar a seu país de origem possibilite uma ‘revitimização’; se o estrangeiro está coagido ou exposto a grave ameaça em razão de colaborar com a investigação ou processo no Brasil; e ainda, se em virtude da violência sofrida, aquele estrangeiro necessitar a assistência imediatas de serviços prestados no Brasil, como assistência médica, por exemplo.

A resolução define ainda exploração de trabalho escravo como trabalhos forçados, jornada exaustiva, condições degradantes de trabalho, cerceamento da liberdade de locomoção e a retenção de documentos e objetos pessoais. A nova norma se aplica também a estrangeiros indocumentados.

Confira aqui a Resolução Normativa nº 122, de 03 de agosto de 2016.

CNIg – O Conselho Nacional de Imigração (CNIg) é um órgão colegiado responsável por formular a política de imigração laboral migratória brasileira, a partir de resoluções normativas. O CNIg é composto por 20 membros que representam Governo, Centrais Sindicais, Empregadores e Sociedade Civil. Confira o relatório de autorizações de trabalho – temporárias e permanentes – concedidas a estrangeiros, nos meses de abril e junho de 2016, no link http://obmigra.mte.gov.br/
Petição online reforça campanha contra o Estatuto do Estrangeiro e por nova Lei de Migração no Brasil
Vea Más

EN SAN PABLO..."CANTIFLAS" SERÁ HOMENAGEADO EN EL SESC PINHEIROS.

Ator mexicano Cantinflas é homenageado com mostra no Sesc Pinheiros
POR IVES - QUARTA-FEIRA, 24 DE AGOSTO DE 2016 CULTURA, NOTÍCIAS

Filmes mais representativos da trajetória do comediante serão exibidos em sessões livres e gratuitas, realizadas nas noites de quinta-feira de Setembro e Outubro de 2016cantinflas-película-de-cantinflas

cantinflas-película-de-cantinflas

Comediantes Como os de Antes, projeto do Sesc Pinheiros que homenageia os clássicos da comédia da sétima arte, reviverá nos meses de setembro e outubro – com sessões gratuitas às quintas-feiras, sempre às 20h, na Praça da Unidade –, as obras do ator mexicano Mario Moreno (1911-1993), conhecido por seu personagem Cantinflas. Nesta mostra, nove longas serão exibidos durante o bimestre: a seleção inclui títulos memoráveis como O Circo (foto 1), O Engraxate (foto 2) e, finalizando a mostra, seu filme de maior sucesso, A volta ao Mundo em 80 dias(foto 3).

Boxeador, toureiro, engraxate, carteiro, motorista de táxi… Essas são algumas das profissões que Mario Moreno exerceu antes de se juntar a uma trupe de humoristas e seguir para os palcos de teatro e para as telas de cinema. Nos anos 50, estreou em Hollywood com o filme A volta ao Mundo em 80 dias, o que lhe rendeu um Globo de Ouro como melhor ator e o Oscar de Melhor Filme. Durante sua carreira, estrelou mais de 50 filmes e criou sua própria produtora.

Seu personagem Cantinflas trajava uma malha simples, tinha sempre as calças amarradas por um cordão, bem abaixo da cintura, um trapo pendurado no ombro, que ele chamava degabardine, bigodes feitos duas vírgulas nos cantos da boca, chapéu gasto e uma maneira peculiar de falar muito sem dizer absolutamente nada, características que marcaram sua carreira nos filmes de comédias mundiais.

O PROJETO COMEDIANTES COMO OS DE ANTES

Uma sessão de cinema informal. Esta é a proposta do projeto Comediantes Como os de Antes, que ocorre todas as quintas-feiras, às 20h, com cadeiras distribuídas pela na Praça do Sesc Pinheiros, para que o público possa assistir às projeções em um telão e com som ambiente. Marcado por filmes de classificação etária livre, o projeto reapresenta produções de comediantes que marcaram a história do cinema. Já ofereceu ciclos de nomes como Woody Allen, Jerry Lewis, Jacques Tati, Charlie Chaplin, Irmãos Marx, O Gordo e O Magro, Mel Brooks, Harold Lloyd, Totò, Monty Python e W.C. Fields, Peter Seller.

PROGRAMAÇÃO

Dia 1/9, às 20h
O Policial Desconhecido (El Gendarme Desconocido)
Dir.: Miguel M. Delgado. MEX, 1941, 109’.P&B. Comédia. Projeção digital.
Uma quadrilha de ladrões ameaça toda a cidade e até a polícia. Chato (Cantinflas), que entra em conflito com os bandidos, passa a ser um membro da força policial designado para missões especiais. Com Mario Moreno.

Dia 8/9, às 20h
O Circo (El Circo)
Dir.: Miguel M. Delgado. MEX, 1943, 93’. P&B. Comédia. Projeção digital.
Versão mexicana do filme O Circo de Charlie Chaplin. Cantinflas é um sapateiro que acaba entrando em um circo ao ser perseguido, por engano, pela polícia. Com Mario Moreno, Gloria Lynch, Eduardo Arozamena.

Dia 15/9, às 20h
Se eu fosse Deputado (Si Yo Fuera Diputado)
Dir.: Miguel M. Delgado. MEX, 1952, 95’. P&B. Comédia. Projeção digital.
Insatisfeitos com os políticos que nunca fazem nada para a melhoria do bem-estar comum, os moradores de uma pobre comunidade decidem apoiar a candidatura do barbeiro local (Cantinflas) para deputado.Com Mario Moreno, Gloria Mange, Andrés Solar.

Dia 22/9, às 20h
O Engraxate (El Bolero de Raquel)
Dir.: Miguel M. Delgado. MEX, 1957, 101’. Colorido. Comédia. Projeção digital.
Cantinflas é um engraxate que perde seu compadre, vítima de um acidente, deixando esposa e filho. A viúva de seu amigo não tem como sustentar o garoto, Chavito, e o deixa aos cuidados de Cantinflas que torna-se seu tutor. Com Mario Moreno, Flor Silvestre , Alberto Catala.

Dia 29/9, às 20h
O Extra/O Figurante (El Extra)
Dir.: Miguel M. Delgado. MEX, 1962, 110’. Colorido. Comédia. Projeção digital.
Determinado a fazer sucesso no mundo do cinema, Rogacian aceita o papel de figurante em várias produções, nas quais tem de interpretar personagens tão variados como o amante de Marguerite Gauthier, um chefe índio, um dançarino ou um valentão do oeste. Com Mario Moreno.

Dia 6/10, às 20h
O Padre/O Padrezinho (El Padrecito)
Dir.: Miguel M. Delgado. MEX, 1964, 130’. Colorido. Comédia. Projeção digital.
Sebastián é enviado a uma cidadezinha do interior do México para ajudar o padre da paróquia, já velho e em tempos de se aposentar. Porém, é visto com maus olhos por todos, pelo seu jeito irreverente e pouco ortodoxo. Com Mario Moreno, Anjo Garasa, Angeline Fernandez.

Dia 13/10, às 20h
O Senhor Doutor (El Señor Doctor)
Dir.: Miguel M. Delgado. MEX, 1965, 130’. Colorido. Comédia. Projeção digital.
Médico aldeão decide ir para a capital para promover sua carreira. Lá ele encontra um mundo desconhecido, com raios-X, aparelhos de eletroencefalograma e muitas técnicas sofisticadas que vão lhe criar problemas, sem falar da exigente Dr. Villanueva. Com Mario Moreno, Miguel Angel, Marta Romero.

Dia 20/10, às 20h
O Pistoleiro Improvisado (Por Mis Pistolas)
Dir.: Miguel M. Delgado. MEX, 1968, 123’. Colorido. Comédia. Projeção digital.
Fidencio viaja para o Arizona, para herdar uma mina de prata que pertenceu ao seu avô. No caminho é capturado pelos índios que querem sacrificá-lo. Por sorte, o chefe da tribo tem uma forte dor de dente e Fidencio resolve curá-lo. Com Mario Moreno o Cantinflas, Isela Veja, Quintin Bulnes.

Dia 27/10, às 20h
A Volta ao Mundo em 80 Dias (Around the World in Eighty Days)
Dir.: Michael Anderson. EUA, 1956, 167’. Colorido. Aventura. Comédia. Projeção digital.
Em 1872, o nobre inglês Phileas Fogg aposta 20.000 libras, com seus colegas do Clube Reformatório de Londres, que consegue dar a volta ao mundo em 80 dias. Ao lado de Passepartout (Cantinflas), ele busca seu objetivo vivendo aventuras em todos os continentes. Com Mario Moreno, David Niven, Shirley MacLaine.
________________________________________________________________________

SERVIÇO
PROJETO ‘COMEDIANTES COMO OS DE ANTES’: MOSTRA ‘CANTINFLAS’
Data: De 1/9 a 27/10, às quintas-feiras, 20h
Local: Praça do Sesc Pinheiros
Recomendação etária: Livre
Programação gratuita, sem retirada de ingressos

SESC PINHEIROS

Endereço: Rua Paes Leme, 195

Bilheteria: Terça a sábado das 10h às 21h. Domingos e feriados das 10h às 18h

Tel.: 11 3095.9400

Estacionamento com manobrista: Terça a sexta, das 7h às 22h; Sábado, domingo, feriado, das 10h às 19h. Taxas / veículos e motos: Matriculados no Sesc: R$ 7,50 nas três primeiras horas e R$ 1,50 a cada hora adicional. Não matriculados no Sesc: R$ 10,00 nas três primeiras horas e R$ 2,50 a cada hora adicional
Transporte Público

Metrô Faria Lima – 500m

Estação Pinheiros – 800m
Vea Más

ELMERENGUE 01

Vea Más

EN SAN PABLO ... EL FOLKLORE BOLIVIANO EN LA AV. PAULISTA DE SP.

O folclore Boliviano na Paulista, neste domingo 28 de agosto
Enviada em: 26/08/2016 20:10Hs

A Av. Paulista é considerada um dos principais centros financeiros da cidade, assim como também um dos seus pontos turísticos mais característicos, a avenida revela sua importância não só como pólo econômico, mas também como centralidade cultural e de entretenimento. Nesta sintonia sociocultural a Paulista será o palco do folclore boliviano, neste domingo 28 de agosto a partir das 13h.

O folclore Boliviano na Paulista, neste domingo 28 de agosto

Conheça os grupos folclóricos bolivianos que irão dançar na Av. Paulista.

Grupo Folclórico Kantuta Bolivia





Fraternidad Caporales San Simón






Fraternidad Morenada Bolivia Central






Grupo Saya Afro Integración Bolivia




Serviço

Quando: Domingo 28 de agosto, 
a partir das 13h
Onde: Av. Paulista, altura do nº 900 - (em frente á Gazeta)
Classificação livre.
Vea Más

EN SAN PABLO... FALSO PASTOR ESTAFA A BOLIVIANOS.

Homem se passa por pastor para aplicar golpe em fiéis bolivianos
Enviada em: 23/08/2016 13:25Hs

Polícia acredita que ele conseguiu mais de R$ 500 mil na igreja.?Silva esteve preso por doze anos e pode pegar outros doze anos de cadeia.

Homem se passa por pastor para aplicar golpe em fiéis bolivianos

Um homem que se passava por pastor para ganhar dinheiro de fiéis bolivianos foi preso em flagrante, informou o Bom Dia São Paulo desta terça-feira (23). José Moisés da Silva, que também fingia ser advogado, enganou os fiéis durante três anos.

“Talvez alguns enxergam oportunidades nos estrangeiros. Somos uma comunidade boliviana e acredito que isso chamou a atenção dele”, disse Moisés Velasco, pastor titular Assembleia de Deus. Foi ele quem denunciou o golpista.

De acordo com o pastor titular, Silva, de 58 anos, dizia ser pastor para conquistar a confiança de suas vítimas. Então, ele também se apresentava como advogado e oferecia auxílio na negociação de imóveis.

Depois de preso, os investigadores descobriram que não era a primeira vez que o falso pastor cometia esse tipo de crime. Antes, ele já havia sido preso por doze anos por estelionato.

“Ele foi autuado, preso em flagrante, pelo crime de estelionato, falsidade documental pública e privada, e também por associação criminosa porque tivemos informações de que ele agia com um suposto escritório com quatro ou cinco advogados”, explicou a delegada Raquel Galinatti. “Totalizando esses crimes, ele pode pegar até doze anos”, continuou.

A polícia acredita que ele conseguiu ganhar mais de R$ 500 mil com os golpes nesta igreja.

Na última madrugada, quinze vítimas do golpe prestaram depoimento na delegacia da Vila Maria, na Zona Norte da capital paulista. O mecânico Sacarias Espinosa perdeu R$ 40 mil. ”Triste, né? É difícil conseguir esse dinheiro”, lamentou.


fonte: g1.globo.com
Vea Más

EN SAN PABLO... VIDEO PROVOCA CIBERBULLYING CON NIÑAS BOLIVIANAS.

Vídeo provoca - Cyberbullying - ou violência virtual contra crianças boliviana
Enviada em: 19/08/2016 14:31Hs

Crianças bolivianas, vitimas de Cyberbullying

Vídeo provoca - Cyberbullying - ou violência virtual contra crianças boliviana

Nos dias 13 e 14 de agosto, bolivianos imigrantes na cidade de São Paulo festejaram o aniversário da Bolívia, com danças folcloricas, artesanato, e gastronomia, uma imagem da interculturalidade da cidade de São Paulo, conheciuda também como a "Cidade Dos Mil Povos". 

Na festa multicultural “fé e Cultura” organizada pelos próprios bolivianos, pode se destacar famílias que tem participado cada vez mais da festa, crianças filh@s de bolivianos, bolivian@s, alem de brasileir@s tem se apaixonado cada vez mais pela cultura boliviana.

Neste ambiente festivo, duas irmãs de (11 e 14 anos respetivamente) participaram com a tradicional dança boliviana da “Morenada” personificando as “figuras de la Morenada” personagem de grande relevância no coletivo folclórico, pode ser comparado para o carnaval brasileiro como as madrinhas de bateria. 
(os nomes das crianças não serão mencionados).


No final da sua apresentação as crianças foram entrevistadas por uma repórter que indagou sobre as vestimentas tradicionais, a primeira irmã (14 anos) deu uma péssima descrição das vestimentas, e a segunda de (11 anos) complementou com aspetos de representatividade desconexas sem sentido algum a verdadeira história das vestimentas e representatividade do personagem folclórico boliviano. Em resumo as crianças desconheciam completamente o que estavam falando, como a repórter também desconhecia o que estava perguntando.

Cyberbullying: a violência virtual

O vídeo foi postado nas redes sociais entre os dias 15 o 16 de agosto, data em que as crianças començaram a ser alvo de comentários de todos os tipos, sendo denigridas em público, desqualificando a família e tudo aquilo que possa estar em torno delas. Estes comentários (maldosos, desconexos, e agressivos) questionando e denigrindo a intelectualidade das crianças qualifica-se como “Cyberbullying” ou violência virtual, este ato no Brasil punido como crime, com magnitude maior ou menor dependendo as consequências desta ação e aos traumas que possam produzir ás crianças, ou também ao incentivo de atos extremos que as vítimas possam cometer em momentos de pressão psicológica, chegando ate o suicídio em casos extremos já registrados.

O insólito do acontecido é que o acosso e violência virtual, veio da mesma comunidade imigrante boliviana residente na cidade de São Paulo, e agora estendendo o impacto fora do Brasil.

Na última verificação realizada em 17 de agosto, já existiam 45mil visualizações com centenas de comentários denigrindo as crianças. Em 19 de agosto vemos que o vídeo já foi editado com legenda em espanhol, e publicada em outros ambientes das redes sociais.

Exemplos de Cyberbullying

Aqueles que acharam engraçado escrever comentários ridiculizando estas crianças... seguem alguns exemplos que ilustram a profundidade dos seus atos.

http://educacao.uol.com.br/noticias/2012/03/02/estudante-de-12-anos-comete-suicidio-em-vitoria-apos-sofrer-bullying-na-escola.htm

https://tecnoblog.net/116422/cyberbullying-amanda-todd/

http://todateen.com.br/souassimtt/entenda-caso-julia-gabriele-adolescente-brasileira-sofreu-cyberbullying/






Como evitar novos episódios

O boliviano Antonio Andrade, diretor do portal de noticias Bolívia Cultural e criador do projeto "Violência Não - Quebrando o Silêncio", assume que poderia ter feito mais para prevenir a violência contra as meninas desta matéria dentro dos meios que representa.

"Não ter prevenido este tipo de acontecimento foi um desliz da nossa redação, ter produzido conteúdo educativo incentivando o conhecimento das danças folclóricas boliviana aos professores, jovens, adultos, imigrantes e público em geral, teria evitado este lamentável caso de violência contra as duas crianças..." “... a responsabilidade é de todos... criticar é muito fácil, o que devemos fazer é mudar o cenário, criando propostas e não satirizando duas crianças”, finalizou.

No dia 18 de agosto, Andrade colocou em pauta o acontecido com as crianças bolivianas, em reunião com educadores da rede estadual e municipal de São Paulo, além da Associação Cidade Escola Aprendiz, que organizou o encontro de debate denominado: Famílias imigrantes e o direito à educação - Inserção e interação escolar de bolivianos na escola pública. 

Bolívia é D+

Na evento Andrade, comprometeu-se a produzir material promocional educativo do folclore, história e geografia boliviana, direcionado a professores da rede pública, estudantes, e público em geral. Este material terá o objetivo de proporcional conteúdo que possa ser suporte pedagógico em salas e aula, instituições públicas, nas familiais de bolivianos e brasileiros que tenham interesse em conhecer ainda mais a diversidade da cidade de São Paulo. (O material será produzido integralmente em português).

Apoio ao conhecimento da cultura boliviana em SP

Professores, diretores de escola, e pesquisadora do encontro organizado pelo Aprendiz, apoiaram e reconheceram que todos colaboramos de alguma forma com este lamentável episódio, porem todos podemos mudar o cenário, incentivando e promovendo o conhecimento das nossas crianças.

Saiba mais em: www.violenciano.com.br
Vea Más