!!! DESTAQUE DE LA SEMANA !!!

destaque

INFORMACIONES DEL DIA

EN SAN PABLO... SE EXIBIRÁ FILME BOLIVIANO EN EL MEMORIAL DE AMERICA LATINA.

Filme Boliviano no Memorial da América Latina - quinta 28/7
Enviada em: 26/07/2016 11:16Hs

Filme Boliviano "EL CUARTO" no Memorial da América Latina.Festival de Cinema Latino-americano de SP chega a sua 11ª edição, com destaque do filme boliviano "EL CUARTO". A exibição que acontece nesta quinta-feira 28 de julho, terá a presença do diretor (Juan Pablo Milan).

Filme Boliviano no Memorial da América Latina - quinta 28/7



Consulado boliviano em São Paulo, convida a comunidade boliviana em São Paulo






Serviço:

11ª Festival de Cinema Latino-americano de SP

Exibição do filme “El Cuarto”


Filme de: Juan Pablo Milan
Onde: Biblioteca Latinoamericana - Memorial da América Latina
Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 - Barra Funda (lado da estação de metrô Barra Funda) - Portão 2 e 5
Quando: Quinta-feira 28 de julho
Horário: 18:30
Entrada gratuita
Classificação livre.
Vea Más

EN SAN PABLO... 11º FESTIVAL DE CINE LATINOAMERICANO DE SP.

FOTOS – 11º FESTIVAL DE CINEMA LATINO-AMERICANO DE SP
POR IVES - SEGUNDA-FEIRA, 25 DE JULHO DE 2016 CULTURA, FOTOS, NOTÍCIAS

Crédito das fotos: Mauro Miranda Filho e Aline Arruda/DivulgaçãoRealizado entre 21 e 27/7/2016, o 11º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo exibe 118 filmes de 13 países da América Latina.

Programação e informações: http://www.festlatinosp.com.br/2016/
Publico no Memorial da America Latina

Publico no Memorial da America Latina
Copia  de DJ Tata Aeroplano
Cunha Junior
Vea Más

EN SAN PABLO... MONICA ROMANO ,ELEGIDA COMO "PALLA2016" DEL FOLKLORE BOLIVIANO EN SP.

Mônica Romano, eleita PALLA 2016 do folclore boliviano em Brasil
Enviada em: 27/07/2016 00:18Hs

Mônica Romano, representante do "Ballet Folclórico Boliviano", foi eleita a Palla 2016 do folclore boliviano em território brasileiro.

Mônica Romano, eleita PALLA 2016 do folclore boliviano em Brasil

A eleição aconteceu na noite de sexta feira (22) de julho, nas instalações da paróquia Nossa Senhora da Paz.
Organizado pela ACFBB.





1º - PALLA 2016 - Mônica Raquel Romano Ingala - 25 anos (no meio)
Ballet Folclórico Boliviano

(Dança Tobas)

2º Señorita ACFBB - Yara Yasira Higueras Cabrera  - 17 anos (a esquerda)
Fraternidad Morenada Señorial Illimani

(Dança Chia Morena)

3º Señorita Folklor - Blanca Condori Condori 17 anos (a direita)
Fraternidad Morenada Bolivia Central Residentes no Brasil

(Dança Morenada)

 



Veja o álbum de fotos (aqui)
https://www.flickr.com/photos/boliviacultural/albums/72157671468197046






Vea Más

EN SAN PABLO... COMUNIDAD BOLIVIANA AYUDA VICTIMAS DEL INCENDIO EN SAO PAULO.

Comunidade boliviana socorre vítimas de incêndio em São Paulo
Enviada em: 19/07/2016 17:03Hs

Comunidade boliviana organiza ajuda a 40 famílias de imigrantes bolivianos que tem perdido absolutamente todo. 120 crianças suportando o frio, fome, e falta de um teto próprio.

Comunidade boliviana socorre vítimas de incêndio em São Paulo
Na noite de domingo (17) de julho, aconteceu um incêndio de proporções descomunais na ocupação conhecida como (Dom Vital) na Av. Dom Vital - Vila Maria, Zona Norte de São Paulo, o incêndio deixou centenas de pessoas na rua, e cobrou a vida de duas pessoas (ambas brasileiras).



Devido a precariedade das moradias, e o fato de serem construídas na sua maioria com papelão, madeira e compensado, o fogo tomou conta do local rapidamente sem dar tempo de salvar nada das residências, as famílias priorizaram suas vidas e vidas dos familiares.

Trinta e cinco carros do Corpo de Bombeiros foram enviadas ao local para controlar o fogo que atingiu casas na altura do número 250 na Rua Manguari.


Aproximadamente 40 famílias de imigrantes bolivianos tem perdido absolutamente todo.

As famílias são constituídas por casais jovens, em media de (30) anos de idade, com crianças muito novas, aproximadamente existem umas 120 crianças suportando o frio, fome, e falta de um teto próprio.

Essa não foi a primeira vez que a favela foi atingida pelo fogo. No dia 19 de janeiro, outro incêndio deixou oito famílias desabrigadas. Na ocasião, um protesto chegou a fechar a pista local da Marginal Tietê.




Nieves e Yovana, vizinhas do local do incêndio contam como foi a tragédia e como estão as famílias dos imigrantes bolivianos que perderam tudo.

  
Nieves e Yovana, vizinhas do local do incêndio contam como foi a tragédia e como estão as famílias dos imigrantes bolivianos que perderam tudo.

Campanha da comunidade boliviana

As imigrantes bolivianas Nieves Quispe (49) e Yovana Vasques (39) naturais da cidade de La Paz, ambas se encontram mediando com instituições bolivianas e municipais o apoio aos afetados.

A pastoral do Imigrante foi a primeira instituição que comprometeu seu apoio, recebendo as doações de alimentos e dinheiro que serão encaminhados aos danificados.

As instituições de imigrantes folclóricas, sociais, esportivas, e religiosas no Brasil, poderão organizar campanhas entre seus associados, e as doações adquiridas serão entregues à Paroquia Nossa Senhora da Paz, que a sua vez irá entregar as doações aos danificados. Facilitando assim a logística e rendição de contas das doações.

Nieves e Yovana, afirmam que o primordial para as famílias são os alimentos, e dinheiro para poder reconstruir os barracos, sem esquecer o empréstimo ou doação de maquinas de costura que serão usadas para as famílias reconstruir sus vidas dignamente. "Tirar a segunda via dos documentos dos pais de familia e crianças (RG, RNE, CPF, CI entre outros) tambem é muito importante. Nesta âmbito o apoio do consulado da Bolívia em São Paulo esta sendo de enorme importância", diz Nieves.

 Conheça um pouco mais das bolivianas Nieves e Yovana.


Claudio Luna Cônsul Geral da Bolívia em São Paulo, na tarde desta terça feira (19) de julho, visitou o local e conversou com os imigrantes bolivianos afetados pelo incêndio e ofereceu todo o apoio que o consulado consiga realizar, com a documentação e mediando com as autoridades paulistas.




As doações podem ser realizadas

Na Igreja Nossa Senhora da Paz, Rua Glicério, 225
Tel.: (11) 3340-6966
De segunda a sexta feira
Das 9 a 12h / de 13:30 a 17h

Contas bancarias serão divulgadas em breve.

*Fotos cedidas por Yobana Vasques
Vea Más

EN SAN PABLO... NO AL TRABAJO ESCLAVO..SI AL TRABAJO DIGNO.

NÃO ao Trabalho Escravo, SIM ao Trabalho Digno!
Enviada em: 19/07/2016 09:55Hs

 CAMPANHA DE COMBATE AO TRABALHO ESCRAVO E TRÁFICO DE PESSOASNÃO ao Trabalho Escravo, SIM ao Trabalho Digno!

NÃO ao Trabalho Escravo, SIM ao Trabalho Digno!

A violação dos direitos humanos, a exploração e a privação do exercício da liberdade atingem mais de 45 milhões de pessoas no mundo. A China, Paquistão, Índia e Bangladesh lideram entre os países com a maior proporção de população em situações de escravidão. No Brasil, estimativas indicam que 220 mil trabalhadores migrantes e imigrantes são sujeitados ao trabalho escravo, número ainda longe da realidade. Na região metropolitana de São Paulo, imigrantes, predominantemente latino-americanos e africanos, são submetidos ao trabalho degradante, a escravidão contemporânea.

Para denunciar fortemente esse problema ao nosso redor, imigrantes de diversas nacionalidades farão, durante o VII Fórum Social Mundial de Migrações, o lançamento de uma Campanha com o lema: NÃO ao Trabalho Escravo, SIM ao Trabalho Digno! O foco dessa ação é o mundo da indústria têxtil e de confecções na cidade de São Paulo e região metropolitana, onde milhares de imigrantes trabalham em jornadas exaustivas, sujeitos a condições degradantes, em locais precários e cerceados em sua liberdade. A maioria dos trabalhadores nessa situação são pessoas com idade entre 17 e 35 anos.

A campanha chamará a atenção para essa grave violação de direitos, sensibilizando o maior número possível de pessoas para o engajamento nas lutas contra esse crime que atenta contra a dignidade humana.

 




“É hora de transformar o que não dá mais. Sozinho, isolado, ninguém é capaz. Por isso Vem, entra na roda com a gente, também. Você é muito importante, vem”!

NÃO ao Trabalho Escravo, SIM ao Trabalho Digno!
Vea Más

EN SAN PABLO... FERIA DE LA "PLAZA KANTUTA" FESTEJA 14 AÑOS DE VIDA.

Feira Kantuta festejou seu 14º aniversário em São Paulo
Enviada em: 19/07/2016 11:00Hs

A feira Kantuta, principal ponto de encontro da comunidade boliviana aos domingos na cidade de São Paulo festejou seu 14º ano de instituição jurídica, porem a associação atua á 18 anos na cidade de paulista. O domingo na praça Kantuta localizada no bairro do Canindé também foi palco da homenagem a cidade de La Paz que festeja os 270 anos do 1º grito libertário das américas.

Feira Kantuta festejou seu 14º aniversário em São Paulo

Choco Vice-presidente e René Quisbert presidente da AGCFBPB - Feira Kantuta.



Imagens das virgens de Urkupiña, Virgen del Socabón e Virgen de Copacabana.



No ápice da comemoração foi realizada a procissão das padroeiras da Bolívia, as imagens das virgens de Copacabana e Urkupiña personagens principais da celebração ecumênica celebrada pelo colombiano Pe. Luiz da Paroquia Nossa Senhora da Paz.

As palavras cívicas ficaram a cargo de Claudio Luna, Cônsul Geral do Estado Plurinacional da Bolívia em São Paulo.

A cultura boliviana foi marcada pela presença de apresentações folclóricas que esquentaram a tarde fria da cidade da garoa.

Grupo folclorico, Salay Sumajkusiy Bolivia SP - Brasil.

 

Fraternidad Caporales San Simón - Filial São Paulo - Brasil.

 


Tradicional bolo de aniversário.

O tradicional bolo de aniversário distribuído entre os latino-americanos foi delírio das crianças e famílias presentes no evento.

 

Álbum de fotos (aqui)





Vea Más

EN SAN PABLO... PATRICIA AGUIAR UNA BRASILERA CON ALMA BOLIVIANA.

Patricia Aguiar, uma brasileira com alma boliviana
Enviada em: 15/07/2016 19:48Hs

Patricia de (35) anos, tem promovido a cultura boliviana no Brasil com um perfil bem próprio, contando histórias andinas para crianças brasileiras. A iniciativa de "Contação de Histórias Andinas" começou a (3) anos, a facilidade neste ambiente tão exigente, é muito bem compensado graças a grande facilidade na comunicação corporal de Patricia. O desafio ficou muito mais bem conquistado com a criação de personagens que são construídos por ela mesma, a exemplo do "Kirkincho", "Dom Mamani Mamai", "o Sandino Músico Negrito", "as Ranas" e ultimamente "o Condor" entre outros.

Patricia Aguiar, uma brasileira com alma boliviana

Patricia, Nena, e Leandro Brito


Patricia e "Dom MAMANI MAMANI"

 

Crianças brasileiras extasiadas com a cultura andina

 

Patricia e NENA (Ana Haellyn)

NENA (Ana Haellyn) filha de patrícia de (10) anos, tem sido sua fiel companhia nas histórias, e principalmente no acompanhamento musical com as "Zampoñas e quena".



Família unida pela cultura Latino-americana, Nena, Leandro Brito, Patricia, e Gabriel de (9) meses.

 

Patricia cultiva o amor a cultura andina a (18) anos, tempo que começou a arte de cantar música boliviana. A arte efervesce no corpo da artista tendo uma infinidade de peças de artesanato andinos que são confeccionados por ela mesma, os produtos são vendidos nas suas atuações pelo brasil afora.

Artesanato andino, criado e produzido por Patricia Aguiar

 


Contatos para shows e pedidos de artesanato:

WatsApp (5511) 94930-8538

Email: patrícia.oliveiraguiar@gmail.com

Tel.: (5511) 2308-5553
Vea Más